Associação Brasileira de Psoríase, Artrite Psoriásica e de outras Doenças Crônicas de Pele

Bimekizumab oferece esperança para depuração da pele na psoríase.

Uma nova esperança para os pacientes com psoríase em placas está no horizonte, sugere novos resultados publicados na fase 3 de um estudo realizado pela UCB.

Os resultados de 6 de dezembro fazem parte do estudo BE SURE, que é um estudo de manutenção com controle ativo e cego para a dose que compara a eficácia do bimekizumabe do inibidor de IL-17A e IL-17F da UCB com o inibidor de TNF adalimumabe (Humira, AbbVie).

O estudo monitorou a depuração da pele em 478 participantes com psoríase em placas moderada a grave e um mínimo de 10% da superfície corporal afetada, uma pontuação no IGA igual ou superior a três em uma escala de cinco pontos e um PASI mínimo de 12.

Após resultados otimistas de dois estudos anteriores com bimekizumab, BE VIVID e BE READY, na semana 16, o estudo BE SURE apresentou uma melhoria de 90% na resposta da área de psoríase e índice de gravidade (PASI) e na avaliação global do investigador (IGA) de respostas claras ou quase claras – pelo menos um salto de duas categorias a partir da linha de base.

“A UCB está comprometida em atender às necessidades críticas não atendidas de pacientes adultos com psoríase em placas de moderada a grave, particularmente depuração completa da pele. Nossos estudos de fase 3 mostraram que o bimekizumabe tem o potencial de fazer uma diferença significativa para esses pacientes “, diz Iris Loew-Friedrich, chefe de desenvolvimento de medicamentos e chefe médica da UCB.

O estudo também alcançou seus objetivos secundários, que observaram a depuração total da pele nas semanas 16 e 24 (PASI 100) em comparação ao adalimumabe. Além disso, o bimekizumabe provou ter uma taxa de resposta mais rápida que o adalimumabe, atingindo o PASI 75 na semana 4.

Uma vez iniciado o período de manutenção com dose cega após a semana 24, o estudo relata que quando o bimekizumabe foi utilizado, houve altos níveis consistentes de depuração da pele até a semana 56.

Fonte: https://www.dermatologytimes.com/…/bimekizumab-offers-hope-…